16 de dezembro de 2008

A Marca de Uma Lágrima.

"[...] - Tanta verdade se perde do caminho do coração ao cérebro, do cérebro à boca, da boca à mão, da mão ao papel... Agora eu quero que vc saiba tudo o que eu sinto, sem perdas pelo caminho. Sem desperdícios. Quero que vc percorra os meus caminhos de volta, dos papéis ao coração. É aqui! É aqui que vc tem que morar, meu amor!
[...] - É que hoje não sou eu, pois sou eu mesma. A mesma do princípio do caminho, sem perdas de amor pela estrada, sem bloqueios, sem vergonhas. Eu sou agora, aquele verdadeiro 'eu', que você ainda não conhece. É esse 'eu' que vc deve conhecer, compreender e amar! [...]"

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails