28 de março de 2009

dona anônima.


Ser anônima. Se eu fosse, poderia falar que não gosto de fulano ou sicrano. Falaria sem medo que eu já sofri por quem não merecia uma lágrima minha sequer e que ainda vou sofrer muito... Falaria que eu tenho um lado consumista, porém controlado, rs. Falaria que eu amo chocolate, mas odeio Física. Falaria que eu não aproveitei muitos momentos de minha vida, pois tinha medo do que os outros iam achar de mim. Mas falaria tbm, que estou aprendendo a lidar com as pessoas e que hoje não me importo tanto (eu acho). Falaria que eu não gosto de futebol, mas que amo vôlei. Falaria que eu tenho uma coleção de Melissas. Falaria que eu sou feliz pela família que tenho. Falaria que eu sinto falta de alguém. Falaria que eu sou leal. Falaria que eu me apego muito fácil, mas que isso assusta as pessoas. Falaria que eu ODEIO perder. Falaria que eu gostava de emos, HOIUAHAIUOHAIOUHAUIOHA. Falaria que eu adoro Hard Core :) Falaria que eu tenho esperanças de encontrar alguém especial. Falaria que eu AMO ser Pisciana. Falaria que eu gosto de músicas antigas e bregas. Falaria que eu odeio gente lerda. Falaria que eu odeio gente que sabe pouco e que se acha. Falaria que eu amo Pizza e Mc. Falaria que eu prefiro sorvete de flocos. Falaria que eu prefiro calar do que falar, as vezes. Mas como em minha vida a opção de status "off-line" é inexistente, prefiro deixar isso tudo somente na minha cabeça, pra evitar comentários posteriores.

----


p.s: texto inspirado no post de Taiany, do blog: aquelalolita.com.br, publicado na revista Capricho, na sessão Tudo de blog :)

----


:*

26 de março de 2009

.dia daqueles u.ú


Hoje eu acordei meio down, sem muita inspiração e com muito sono e preguiça. Sabe, é um daqueles dias em que somente minha cama e muitos milk shake's já seriam o suficiente pra passar o dia. Não sei se triste é o termo certo para me descrever nos últimos dias, acho que pensativa se encaixa melhor. É uma fase de mudança, onde tenho que descobrir quem eu sou, o que eu quero e onde eu quero chegar; é o momento de traçar objetivos e correr atrás deles. É, é muito difícil. Tem quem diga que ter 18 anos é odioso, bom, eu ainda não provei direito da parte odiosa, pelo contrário, ainda estou nos dias de deslumbre *-* só vamos ver até quando... HAHA.

------

sem mais :*

25 de março de 2009

.não tem importância


Inscrição na Areia


O meu amor não tem

importância nenhuma.

Não tem o peso nem

de uma rosa de espuma!


Desfolha-se por quem?

Para quem se perfuma?


O meu amor não tem

importância nenhuma.


{Cecília Meireles}

23 de março de 2009

.incerto


De novo estou aqui... Tentando progredir... Buscando a razão do meu porque. Se eu sou melhor, se eu sou pior... Deixo pra você dizer... Olhe onde estou! Não é assim tão fácil! Quanto tempo vai levar? Duro é confiar no incerto! No incerto! Sim ou não, talvez, não sei... Ninguem pode me falar... O caminho eu ja criei, Só me resta agora atravessar. Um mês, um ano ou dois... Detalhes pra depois Deixo pra você dizer o... Olhe onde estou! Não é assim tão fácil! Fácil! Quanto tempo vai levar? Duro é confiar no incerto! No incerto! (e esse) Que é meu vicio! (e esse) Me faça acreditar! (não tenho nada) A perder! (não tenho nada) A perder! (e esse) O inicio (e esse) E pra mim no final... Diga se valeu a pena... Pare e veja até onde chegou... (pare e veja até onde chegou)Pare agora e pense em tudo... (tudo que mudou) De novo estou aqui... tentando progredir... Riscando a razão do meu porque Se eu sou melhor, se eu sou pior... Deixo pra você dizer o... Olhe onde estou! Não é assim tão fácil! Fácil! Quanto tempo vai levar? Duro é no incerto! No incerto! (e esse) Que é meu vicio! (e esse) Me faça acreditar! (não tenho nada) A perder! (não tenho nada) A perder! (e esse) O inicio (e esse) E pra mim no final... Diga se valeu a pena... Olhe onde estou, Não é assim tão fácil... Incerto...


{NxZero}

19 de março de 2009

.tentando entender


É, tem coisas que eu tento entender, mas as respostas nunca são do jeito que queria que fossem. As pessoas me decepcionam muito, tem gente que fala demais, e por pura ingenuidade eu acredito e me magoo depois. É sempre assim, sofro de um problema sério: me deixo levar muito fácil pelas coisas que me falam, muitas vezes me iludo, com motivos ou não, conhecendo a pessoa há anos, ou não, fato! Sempre acontece! Eu prometi a mim mesma tentar não me apegar a mais ninguém, pq sempre que acontece isso, a pessoa me deixa, me fala coisas que me ferem, que me deixam triste, mal, que me faz sentir infeliz por um tempo... Com o tempo passa e eu consigo ser indiferente à tristeza de relembrar, porém, não esqueço jamais das coisas ruins que me fazem. Eu sempre falo: é mal de sígno! Piscianos tem essa capacidade de amar demais, de se entregar, de viajar pra 1001 lugares sem ao menos sair de onde esta e esse jeito sonhador demais atrapalha o dia-a-dia e a convivência com as pessoas, não todas, mas principalmente as do sexo oposto (rs)! Sempre fico desse jeito quando sofro por alguém que é "da raça do pecado", tenho longos dias de crises filosóficas... O meu orgulho não me deixa, muitas vezes, voltar a falar normalmente com a pessoa que me feriu de algum modo, posso conversar, mas não vai ser a mesma coisa, pq afinal, o "encanto" que havia antes foi quebrado de uma forma inesperada - é pior quando acontece coisas do tipo, no dia do seu aniversário de 18 anos, por exemplo - e volta tudo a estaca zero, quando vejo, continuo sem ninguém (não que isso seja o primordial, mas faz falta neh? fazer o que... u.ú) e sem algo de interessante pra contar e desabafar com alguém.

Mais uma coisa¹ que eu resolvi fazer para o meu bem: digamos que eu tenha "repetido a figurinha" mais uma vez na segunda-feira passada, mas preferi, por uma questão de paz mental, não contar a ninguém, exceto pra pessoa que mais tem estado comigo últimamente, minha dupla! Não contei pra mais ninguém, deixei apenas subentendido, e as vezes é bom se "fechar" um pouco, neh? Assim ninguém fica dando opiniões alheias e indesejáveis, afinal, meu ouvido não é pinico, fato!

Tem outra coisa² também: dizem por ai que o amor e a tal "pessoa certa" aparecem com o tempo, não é? Então, decidi que não vou mais ficar procurando... Olhar um ou outro ser da "raça do pecado" na rua de vez em quando não faz mal pra ninguém, mas nada de muita euforia.

Tentando ser indiferente pra esse tipo de coisa que eu desabafei aqui, afinal, tenho coisas muito mais importantes com o que me preocupar: meu futuro! Agora, se meu futuro inclui alguém, bom, isso só o tempo mesmo pode dizer, enquanto isso, eu tento entender as situações que são colocadas à minha frente, junto, é claro, com esses obstáculos medonhos - que um dia vão parar de me perceguir!

18 de março de 2009


"Por um lado, ter um inimigo é muito ruim. Perturba nossa paz mental e destrói algumas de nossas coisas boas. Mas, se vemos de outro ângulo, somente um inimigo nos dá a oportunidade de exercer a paciência. Ninguém mais do que ele nos concede a oportunidade para a tolerância. Já que não conhecemos a maioria dos cinco bilhões de seres humanos nesta terra, a maioria das pessoas também não nos dá oportunidade de mostrar tolerância ou paciência. Somente essas pessoas que nós conhecemos e que nos criam problemas é que realmente nos dão uma boa chance de praticar a tolerância e a paciência."



11 de março de 2009

veneno lento'


"Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes… tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos. Você pode até me empurrar de um penhasco que eu vou dizer: - E daí? Eu adoro voar! Não me dêem fórmulas certas, por que eu não espero acertar sempre. Não me mostrem o que esperam de mim, por que vou seguir meu coração. Não me façam ser quem não sou. Não me convidem a ser igual, por que sinceramente sou diferente. Não sei amar pela metade. Não sei viver de mentira. Não sei voar de pés no chão. Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra sempre!"


{Clarice Lispector}

.caaaaos!


.ai ai, plena quarta e eu já estou azul de estresse, hehe! :] muita coisa pra arrumar, pensar, ouvir, reclamar, falar, meldels! tem dias em que não acontece nada de legal, e fica assim por um mês, e quando menos se espera aparecem 459 coisas pra fazer AO MESMO TEMPO! inacreditável. queria voltar no tempo, lá pra onde eu tinha meus 10 anos de idade, vá lá, não foram os melhores 10 anos que uma criança poderia ter, mas, pelo menos, não tinha tanta responsabilidade, FATO! responsabilidade, sim, eu odeio essa palavra maldita :) não sei pra que existe tanta coisa pra se preocupar, a vida deveria ser mais fácil, porém, se fosse assim, só existiriam pessoas fúteis que só olham para a própria barriga... hãm! pensando bem, acho que responsabilidade é necessária as vezes, pq assim, aprendemos a lidar com as coisas mais complicadas, aprendemos a respeitar e até aprendemos com os erros mais estúpidos, mas esses "erros" não vem ao caso agora, neh? :$ enfim... já estamos em Março, quase na metade e eu ainda me pergunto o que eu vou fazer da minha vida, HOIUAHOAUIHAOHAUIOHAOIHA, mta gente ainda não sabe, o que me consola é que não sou a única :) mas esse fato, o de não saber o que fazer, me levou a (falando disso outra vez) ir todos os dias a noite estudar, numa sala pouco arejada com mais de 130 pessoas e algumas dessas pessoas já sabem o que vão fazer, ou... até já fizeram e querem fazer outra coisa, ai, que confusão! fico apavorada só de pensar que todo esse esforço que eu estou tentando fazer possa dar errado em algum momento, mas... se adiantasse ficar aqui sentada o dia todo reclamando e escrevendo, eu já estaria casada com o Justin Timberlake e milionária, HOAIUHAOUIHAUOHAUHA, como não adianta, o jeito é tentar correr atras e fazer aquilo que queremos e o que temos que fazer, é, acho que são as... regras! ^^ faço 18 anos daqui a 3 dias, quem sabe esse (mais um) aniversário, não coloque uma luz na minha mente :), um pouco mais de força de vontade? talvez e um pouco (mais) de coragem, tbm seria ótimo! (y)

10 de março de 2009


"...há impossibilidade de ser além do que se é -no entanto eu me ultrapasso mesmo sem o delírio,sou mais do que eu, quase normalmente -tenho um corpo e tudo que eu fizer é continuaçãode meu começo......a única verdade é que vivo.Sinceramente, eu vivo.Quem sou? Bem, isso já é demais..."


{Clarice Lispéctor}

4 de março de 2009

.pensando durante a aula...


Sim, como todo ser humano normal, as vezes tenho vontade de me esconder no meu quarto, e abraçar o meu urso enorme de pelúcia que fica na minha cama e ficar lá, como se o pobre urso fosse me proteger do mundo! Mãããããs, como isso não é possível, infelizmente, não pelo menos nesse mundo, tenho que tentar ver as coisas por um lado positivo; se esta acontecendo, é pq tem algum motivo, devo ter alguma missão, algum propósito intergaláctico que esta me fazendo estudar 5 horas por dia e ir estudar mais ainda das 7 na noite até às 10 e 30 puta que o pariu! quando eu to sentada naquela carteira, naquela sala com mais de 100 pessoas e vendo um professor no palanque falando aomicrofone, eu começo a pensar se eu vou conseguir, e todos esses questionamentos idiotas que passam pela nossa cabeça durante 50 minutos de aula de Geografia... Pois é, mudanças são REALMENTE muito complicadas!


3 de março de 2009

.tudo a ver com o momento!


Medo de perder/ medo de não conseguir/ Perder o medo de arriscar/ Tente compreender, tudo o que quiser fazer/ A vida pode complicar/ Tantos momentos importantes/ Tudo o que faz você acreditar/ Tantas histórias pra contar.../ Medo de perder, de nunca me arrepender/ Será que a solução não sei?/ Parar pra pensar, pra tentar recomeçar/ Com a cabeça no lugar/ Tantos momentos importantes/ Tudo o que faz você voltar atrás/ Tantas histórias pra contar/ Lembranças pra guardar/ Coragem pra conseguir vencer/ Dispostos a tudo, menos a perder/ Tantos momentos importantes/ Tudo o que faz você acreditar/ Tantas histórias pra contar/ Lembranças pra guardar/ Tantos momentos importantes/ Tudo o que faz você voltar atrás/ Tantas histórias pra contar...


{CPM 22 - Coragem}

1 de março de 2009

.falando de amor [?]


.Sempre acho que namoro, casamento, romance... tem começo, meio e fim. Como tudo na vida. Detesto quando escuto aquela conversa:- 'Ah, terminei o namoro...' - 'Nossa, de quanto tempo?' - 'Cinco anos... Mas não deu certo... acabou!' - É não deu... Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou. E o bom da vida, é que você pode ter vários amores. Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam. Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro? E não temos esta coisa completa. Às vezes ele é fiel, mas não é bom de cama. Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel. Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador. Às vezes ela é malhada, mas não é sensível. Tudo nós não temos. Perceba qual o aspecto que é mais importante e invista nele. Pele é um bicho traiçoeiro. Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia. E as vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona. Acho que o beijo é importante, e se o beijo bate, se joga, se não bate... mais um Martini, por favor! E vá dar uma volta. Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra. O outro tem o direito de não te querer. Não lute, não ligue, não dê pití. Se a pessoa tá com dúvida, problema dela, cabe a você esperar ou não. Existe gente que precisa da ausência para querer a presença. O ser humano não é absoluto. Ele titubeia, tem dúvidas e medos mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta. Nada de drama. Que graça tem alguém do seu lado sob chantagem, gravidez, dinheiro, recessão de família? O legal é alguém que está com você por você. E vice versa. Não fique com alguém por dó também. Ou por medo da solidão. Nascemos sós. Morremos sós. Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado. E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento. Tem gente que pula de um romance para o outro. Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia? Gostar dói. Você muitas vezes vai ter raiva, ciúmes, ódio, frustração. Faz parte. Você namora um outro ser, em um outro mundo e em um outro universo. E nem sempre as coisas saem como você quer... A pior coisa é gente que tem medo de se envolver. Se alguém vier com este papo, corra, afinal, você não é terapeuta! Se não quer se envolver, namore uma planta! É mais previsível. Na vida e no amor, não temos garantias. E nem todo sexo bom é para namorar. Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar. Nem todo beijo é para romancear. Nem todo sexo bom é para descartar. Ou se apaixonar. Ou se culpar. Enfim... quem disse que ser adulto é fácil?



{por: Arnaldo Jabor}


LinkWithin

Related Posts with Thumbnails