28 de junho de 2009

.desisti de me entender

Realmente, tem coisas que eu já desisti de entender. Tenho manias que não sei explicar, as mais piradas encanações do mundo, só Deus sabe como eu me torturo por isso.
Ontem me bateu uma tristezinha, sabe? bem pequena. Fique mais uma vez, com vontade de me jogar na cama e não sair de lá nunca mais; abraçar o meu urso de pelúcia como se o pobre ser inanimado fosse tomar conta de mim e me proteger de mim mesma.
Quando parece que tudo esta correndo bem, eu mesma crio bloqueios na minha cabeça que acabam fazendo com que eu me sinta mal depois, uma espécie de peso na consciência, pq alguns dos meus atos acaba deixando algumas pessoas meio decepcionadas comigo. Não gosto disso, não mesmo!
Sempre quando eu tenho algum lugar pra ir, seja shopping, casa dos amigos, festinha etc, muitas vezes não consigo curtir como eu deveria (18 anos, vamos lá!!!), pq eu começo a pensar coisas com relação aos meus pais, e a isso esta ligado coisas que aconteceram comigo no passado que me deixam meio insegura. Me preocupo com os horários e em fazer tudo da maneira correta; deixo de pensar em mim, na minha diversão pra pensar nos meus pais; sempre penso que é ruim eles terem que sair de casa tarde só pra ir me buscar, me sinto como "um peso" pra eles \:, mesmo quando eles dizem que não tem problema, tem sempre algo que me incomoda... não consigo ficar a vontade sem estar me explicando toda hora pra eles ou pra quem quer que seja, fico com medo de levar bronca ou de acontecer algo com eles no caminho... então acabo muitas vezes me preocupando com eles e acabo por não curtir o momento, por assim dizer.
Não sei, tem gente que não entende mas... eu penso da seguinte forma: independentemente da minha idade, ou se eu tenho meu próprio dinheiro ou não, acredito que enquanto eu viver sob o mesmo teto que eles, eu devo sim satisfação do que eu faço e do que eu deixo de fazer, afinal, são eles quem pagam as minhas contas e são eles que são responsáveis por mim, então, não vejo outra explicação pra minha preocupação a não ser essa, algo como uma obrigação, a obrigação de obedecer e fazer tudo certo, cumprindo o meu papel de filha!. CARA COMO EU ODEIO ISSO, ODEIO SER ASSIM COM RELAÇÃO A ESSE ASSUJNTO! ODEIOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!! Depois começo a pensar em mais coisas. tenho medo de não conseguir fazer tudo que eu sonho em fazer, tenho medo de acabar me isolando dentro de uma bolha por não fazer as coisas por insegurança ou sabe lá Deus que nome tem essas minhas maluquices. tenho medo de não ter histórias pra contar pros meus filhos, tenho medo de estar perdendo minha adolescência sem fazer muitas coisas das quais eu adoraria me lembrar depois! Vejo outras pessoas saindo, se divertindo, frequentando lugares que eu gostaria de frequentar tbm, pessoas da minha idade etc, enquanto eu to aqui, enquanto eu VIVO aqui, no mundo da Marcella, onde tudo tem que ser teoricamente perfeito, onde todos os lados tem que sair felizes, pq se não acontecer assim, é o fim!
Minha cabeça não para de pensar, são milhões de palavras borbulhando aqui dentro, e eu já nem sei mais como dizer as coisas... minha cabeça esta uma bagunça, tenho um nó na minha garganta! Desmaiei!*

Um comentário:

Renata disse...

Olha eu aqui de novo...hehehehe
Primeiramente me responda onde foram parar as joaninhas do seu blog ?????
Não deixe que preocupações em excesso lhe impeçam de viver intensamente essa fase tão maravilhosa que você está. E olha que eu nem aproveiteios meus 18, 19, 20 aninhos... porque eu estava com um bebê nos braços...hehehe
Essa idade não volta!!! E daqui pra frente vai passar voaaaaannndo !!!Por isso não me canso de dizer VIVA A VIDA !!!!
Amo vc prima queriiiiidaaaaa !!!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails