30 de setembro de 2009

O Avesso Dos Ponteiros ♪


O Avesso Dos Ponteiros
Ana Carolina
Comp.: Ana Carolina



~* Sempre chega a hora da solidão/ Sempre chega a hora de arrumar o armário/ Sempre chega a hora do poeta a plêiade/ Sempre chega a hora em que o camelo tem sede/ O tempo passa e engraxa a gastura do sapato/ Na pressa a gente nem nota que a Lua muda de formato/ Pessoas passam por mim pra pegar o metrô/ Confundo a vida ser um longa-metragem/ O diretor segue seu destino de cortar as cenas/ E o velho vai ficando fraco esvaziando os frascos/ E já não vai mais ao cinema/ Tudo passa e eu ainda ando pensando em você/ Tudo passa e eu ainda ando pensando em você/ Penso quando você partiu/ Assim... sem olhar pra trás/ Como um navio que vai ao longe/ E já nem se lembra do cais/ Os carros na minha frente vão indo/ E eu nunca sei pra onde/ Será que é lá que você se esconde?/Tudo passa e eu ainda ando pensando em você/ Tudo passa e eu ainda ando pensando em você/ A idade aponta na falha dos cabelos/ Outro mês aponta na folha do calendário/ As senhoras vão trocando o vestuário/ As meninas viram a página do diário/ O tempo faz tudo valer a pena/ E nem o erro é desperdício/ Tudo cresce e o início/ Deixa de ser início/ E vai chegando ao meio/ Aí começo a pensar que nada tem fim... *~

29 de setembro de 2009

.Vienna ♪

Vienna - Billy Joel

~* Devagar, sua criança louca / Você é tão ambicioso para um jovem / Mas então se você é tão esperto, me diga porque você ainda tem medo? / Onde está o fogo? pra que é a pressa? / É melhor você aproveitar isso antes que você perca / Você tem muito o que fazer e apenas tantas horas em um dia / Você não sabe que quando a verdade é contada / Que você pode conseguir o que quer ou você pode apenas ficar velho? / Você vai desistir antes mesmo de passar metade do caminho / Quando você perceberá que vienna espera por você? / Devagar, você está indo bem / Você não pode ser tudo que você quer ser antes do seu tempo / Embora é tão romântico no limite hoje a noite / Tão ruim, mas é a vida que você leva / Você está tão adiante de si mesmo que você esqueceu o que você / Precisa / Apesar que você pode ver quando você está errado / Você sabe, você não pode sempre ver quando você está certo / Você tem sua paixão, você tem seu orgulho / Mas você não sabe que apenas bobos estão satisfeitos? / Sonhe, mas não imagine que eles todos se realizarão / Quando você perceberá que vienna espera por você? / Devagar, sua criança louca / Tire o telefone do gancho e desapareça por um instante / Está tudo bem você pode permitir-se de perder um dia ou dois / Quando você perceberá que vienna espera por você? / Quando você perceberá que vienna espera por você? *~

28 de setembro de 2009

Prefiro Camões a Tales!


Gente, fala sério, eu sinceramente não entendo o que leva uma pessoa a cursar Matemática e Física. Números não são legais... Calcular a área do triângulo não provoca orgasmos mentais, não em mim, pelo menos. Não vejo graça. Claro que existem matérias dentro desses dois cursos que são muito legais e fáceis de entender, mas outras que nem com reza entra na minha cabeça, como por exemplo seno, cosseno e tangente :) Eu acho um inferno essa matéria, com ângulos, hipotenusas e etc. Tento, tendo como testemunha todos os Deuses de Olimpo, mas eu não consigo me concentrar em uma explicação por mais de 20 minutos, não dá! Eu sou daquele tipo de aluno que se distrai com um simples pedaço de giz que cai no chão. Definitivamente eu não sirvo para os números, não me trás prazer nenhum saber os critérios de congruência ou Teorema de Tales, tanto que na sétima série eu tirava ZERO nas provas de Matemática, recuperações finais era comigo mesmo... Nunca fui boa com números e nunca vou ser.
Meu negócio mesmo é Biologia e Literatura. Eu AMO conhecer como o corpo humano funciona, AMO ver como cada parte de nós é organizada, perfeita. Saber como funciona o mundo em suas pequenas partes! *-* E eu também amo conhecer e entender um pouco da mente de muitos escritores. Eu não gostava de literatura, até antes de começar o Cursinho, mas depois que eu conheci aquele professor maravilhoso, eu passei a gostar. Adoro conhecer a história das obras, o que se passava na época em que foram escritas... Histórias quentes, com traições, pensamentos meio confusos de alguns escritores que ainda eram muito jovens quando começaram sua carreira..., outras não tão legais assim, mas é bom de ouvir/ler mesmo assim. É tudo tão perfeito! Cada vez mais eu tenho a impressão de que eu nasci no ano errado, porque tudo que não é "do meu tempo", me atrai com mais força. E também, cada vez mais me convenço que eu não nasci para números, posso me livrar das fórmulas, mas infelizmente, aqueles numerozinhos estão por toda a parte, não tem como eu fugir disso, rs. Enfim, tem gosto pra tudo, né?


{P.S: sim, minha Poke tem cabelo azul estilo MariMoon :D hehe.!)

10 Minutos ♪


10 Minutos
Comp.: Ana Carolina (CD Nove).

Por que você não atende as minhas ligações?
Sei que você tem lá suas razões
Olho milhões de vezes sua foto
Me pergunto em que ponto perdemos o foco
Por quê você não atende se vê que sou eu?
Será que é o teu jeito de dizer adeus?
Rodo mil histórias na minha cabeça
Daqui há 10 minutos talvez enlouqueça
Enlouqueça...

Fora, seu silêncio me devora
Algo diz pra eu ir embora
Não entendo os seus sinais
Mas fica com você
A desculpa pra inventar
Quando resolver ligar
Posso não te querer mais

Olho pra pessoa em que você me transformou
E depois não quis mais, abandonou
Vejo que a vida me prestou esse favor
Me fez sempre pronta pra viver um novo amor
Um novo amor...

Fora, seu silêncio me devora
Algo diz pra eu ir embora
Não entendo seus sinais
Mas fica com vocêA desculpa pra inventar
Quando resolver ligar
Posso não te querer mais.

24 de setembro de 2009

Culpa [?]




Eu não sei ao certo o que eu sinto quando eu a vejo. Ela parece triste com a própria vida que leva. Tenta fazer de tudo para agradar aos outros e quando se trata dela, bom... ela nunca trata dela mesma, salvo raros momentos em que faz isso. Faz todas as vontades da família, escuta, protege, ensina, aconselha. É forte, já passou por muitas dificuldades nessa vida. Já perdeu muito, porém ganhou em dobro. Não que ela não seja feliz [eu acho], e sim que ela apenas aparenta cansaço. Eu tento agrada-la de todas as maneiras possíveis, como uma forma de agradecer e mostrar a minha gratidão por tudo que ela já fez por mim. Mas venhamos e convenhamos: como é difícil fazer tudo pra agradar alguém não é? Assim como ela, as vezes esqueço das minhas próprias vontades, mas mesmo lembrando de mim mesma, eu não tenho coragem de dizer essas minhas vontades a ela. Tenho vergonha de chorar na frente dela, por isso muitas vezes deixo uma conversa pela metade, saio de perto pelo simples fato de me emocionar, falar o que eu penso e sinto no momento e chorar. Eu sei que ela entende quando isso acontece, mas nunca tocou no assunto comigo, pelo menos não com muita intensidade. Eu nunca fui de abrir meu coração pra ninguém... Nunca tive conversas longas com ela, como se fosse com a minha melhor amiga. Me sinto culpada por eu mesma estar fazendo tudo errado. Ela confia em mim, investe em mim, e eu sou tão inútil que mal consigo aproveitar todas as chances que tenho. Me sinto culpada por ela pensar (ela deve saber, pois não é burra) que eu faço coisas que na verdade eu não faço. Tenho medo de dar tudo errado, de não ser bem sucedida nas escolhas que eu estou fazendo e desaponta-la por isso. Desde sempre ela se preparou pra me ajudar no que fosse preciso e devido a este fato, não faço mais do que minha obrigação tentar recompensa-la por completo. Eu tento muito fazer isso, tento mesmo, de coração, mas eu não sei o que acontece comigo, é um desanimo, falta de coragem, um medo muito grande de arriscar que me prende no mesmo lugar, eu tento sair disso mas eu não consigo. Sou uma covardona mesmo, completamente inútil. Eu sei que isso tudo é apenas uma questão de tempo (ou não) até melhorar, mas eu não aguento vê-la quando estamos em dificuldades (coisas de família, perfeitamente normal) e não poder fazer quase nada pra ajudar, isso me faz sentir como se eu fosse a mais imprestável de todos os seres, me odeio por isso. Se eu não fosse tão covarde, levantaria daqui agora mesmo e cortaria meus próprios pulsos, é (sim eu adoro um drama, bjs :*). Mas Deus sabe, e ela também sabe que eu tenho boas intenções, mesmo não sabendo demonstra-las direito e coloca-las em prática, eu tenho, esta tudo aqui guardado, só preciso de um jeito de fazer tudo aparecer.


Eu não sei mesmo como explicar o que eu estou sentindo, só sei que eu estou com um nó enorme na garganta e muito emocionada. Eu só queria que ela soubesse que sem ela minha vida vira pó e que eu a amo muito, e que por ela eu faço qualquer coisa, pq ela é a minha mãe.

Ironic ♪


Ironic

Comp.: Alanis Morissett


Um homem velho fez 98 anos
Ganhou na loteria e morreu no dia seguinte
É uma mosca preta em seu Chardonnay (nome de um vinho)
É o perdão no corredor da morte, 2 minutos atrasado
Isso é irônico, não acha?

É como chuva no dia do seu casamento
É uma passagem de graça, quando você já pagou
É o bom conselho que você não aceitou
E quem teria imaginado... isto acontece


O Sr. Precavido estava com medo de voar
Ele arrumou sua mala e deu um beijo de adeus em seus filhos
Ele esperou a vida toda para pegar aquele vôo
E enquanto o avião caía, ele pensou
"Bem, isso não é bom..."
Isso é irônico... você não acha?

Bem, a vida tem um jeito engraçado de aprontar com você
Quando você pensa que tudo está O.K. e tudo está indo bem
E a vida tem um jeito engraçado de te ajudar quando
Quando você pensa que tudo está dando errado e tudo explode
na sua cara

Um engarrafamento de trânsito quando você já está atrasado
Um sinal de "proibido fumar" no seu intervalo para o cigarro
É como dez mil colheres
quando tudo o que você precisa é de uma faca
É encontrar o homem dos meus sonhos
E então encontrar a linda esposa dele
E isso é irônico... você não acha?
Um pouco irônico demais... eu acho...

A vida tem um jeito engraçado de aprontar com você
A vida tem um jeito realmente engraçado de te ajudar.

21 de setembro de 2009

Alma gêmea existe.


Você acredita que, em algum lugar, existe alguém perfeito pra você, feito com a mesma forma, que completa seu corpo, sua mente, seu espírito, com quem você tem um laço muito forte e vai ficar junto para o resto da vida? Você acha que essa pessoa é única e que, quando esbarrar em você, nenhum dos dois vai ter dúvida de que vocês foram feitos um para o outro? Então você acredita em alma gêmea.

Apesar de a ciência não comprovar nada disso, não são poucas as correntes espiritualistas que defendem a existência dessa metade que nos completa. A ideia central é que você e seu par perfeito seriam parte da mesma alma, que, um dia, foi separada. Durante suas muitas vidas, vocês trabalharam individualmente para nascer e se aprimorar e, quando estão prontos, se encontram e se juntam para viver em comunhão.

Na prática, é muito mais que uma paixão. O encontro com a sua alma gêmea provoca uma sensação profunda e emocionante: é como se você já se conhecessem há muito tempo, mesmo sem nunca terem se visto. Não é que vocês sejam idênticos: são pessoas que caminham na mesma direção e se completam, aprendendo o tempo todo um com o outro.

Claro que tanta felicidade não vem de graça. Quem quer encontrar sua alma gêmea tem que fazer por merecer: perceber seus erros e tentar corrigi-los, trabalhando sempre para ser uma pessoa melhor, mais evoluída. Some-se a isso uma mãozinha do destino. Não é fácil. Não é óbvio. Mas quando acontecer, vai ser mágico. *-*

---


[P.s.: este texto esta em uma das agendas da Capricho - 2009, mas não tem o nome do autor do texto, mas esta ai, para quem aprecia ;)...]

20 de setembro de 2009

Fragmentos Diversos Perdidos Em Minha Agenda


Nada que existe escapa à transfiguração, não saberei que existi daqui a poucos anos. Fez-se muitas perguntas mas nunca pode responder: parava para sentir. A tragédia moderna é a procura vã de adaptação do homem ao estado de coisas que ele criou. Eu me sinto tão dentro do mundo que me parece não estar pensando, mas usando de uma nova modalidade de respirar. Não é o grau que separa a inteligência do gênio, mas a qualidade. Medo de não amar, maior que o medo de não ser amado. Que façam harpas de meus nervos quando eu morrer... A vida sempre nos deixa intocados. Conto apenas o que vi, não o que vejo (não sei repetir). Lalande - lágrimas de anjo. É o mar, que nenhum olhar ainda viu. A beleza das palavras, natureza abstrata de Deus.
Se amar um marinheiro terei amado o mundo inteiro. Essa tristeza leve é a constatação de viver. Meu filho crescerá de minha força e me esmagará com sua vida. Posso parir um filho e nada sei.
Compreende a vida porque não é suficientemente inteligente para não compreendê-la.
- Bom é viver. Mau é... Mau é não viver...
- Morrer?
- Não, não. Mau é não viver... morrer é diferente do bom e do mal.
É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer, porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto, como o que sinto se transforma lentamente no que digo.


{Clarice Lispector}

16 de setembro de 2009

Mentiras e Fracassos

Mentiras e Fracassos
Comp.: Fi Ricardo
Eu não vou mais mentir
Eu não vou tentar ser
Algo que não sou
Não dá mais para fingir que não vou me importar
O jogo terminou
E agora? O que faço?
Os sonhos se perdem no tempo e ninguém vê
São tantas decepções
Mentiras e fracassos
É difícil acreditar
Que vai ser diferente
Dessa vez não vou cair
Sinto que recomeçou
E agora? O que faço?
Só me resta a angústia da incerteza
No vão dos sentimentos que deixei para trás
Sobra a desconfiança de ser superficial
No vão dos sentimentos que deixei para trás
Sobra a desconfiança de ser superficial

Só explicando...

Amores, se vocês soubessem como eu estou cansada, vocês me perdoariam por meu Blog estar as moscas esses dias, hehe. Maior correria por aqui, essa semana, passei praticamenteo dia todo no cursinho, MUITAS aulas sobre tudo, estou muito estressada, com sono, com dores no pescoço, sem muita paciência... Sabem como é, né? Espero que tudo isso sirva mesmo pra alguma coisa. Se não der certo, foi pq não fui boa o suficiente e não pq não tive coragem de tentar! :) Momento filosófico -n.

Bom restinho de semana -s
Bjs bjs :*

13 de setembro de 2009

Dá zero pra ela!

Ontem, em pleno sábado, 8h30 da manhã, lá estava eu indo para o cursinho, reposição de aula de Química - Ligações de Dupla Troca, ual. Chego na sala e para a minha surpresa só tinha eu e a professora lá, o pessoal devia estar com muita preguiça mesmo, mas ai o resto da galera foi chegando e deu tudo certo. O pior ainda estava por vir... Depois de um bom almoço, lá estava eu novamente voltando pra sala de aula, dessa vez pra um simulado. 13h da tarde e eu lá, quase babando em cima daquela maldita prova cheia de alternativas do mal. Não é tão difícil, mas eu não entendo pq eu não consigo responder àquelas coisas todas :/ Pra mim, fazer esse tipo de prova/simulado, só comprova mais ainda que eu sou uma pessoa com sérios problemas... falta de concentração, preocupações com muitas coisas na hora errada ou... odiar uma matéria simplesmente pelo fato de não entender o que o professor fala... Eu sei que eu sou capaz de compreender algo, se eu REALMENTE estiver prestando MUITA atenção... Mas agora eu acho que é um pouco tarde pra mudar coisas desse tipo. Tudo bem, eu sei que já falei isso aqui muitas vezes... eu estou tentando... juro que estou, talvez não de todo meu coração, rs, mas estou... Só que esta tudo se aproximando e eu estou com muito medo, ansiosa master pra descobrir se vai dar tudo certo ou se eu vou ter que "perder" mais um ano nessa mesma situação em que me encontro. Enfim, se isso acontecer, tenho certeza de que vou estar mais bem preparada emocionalmente pra encarar tudo outra vez, já que no começo do ano e, aliás, em toda a minha vida, eu não tinha ideia de como era a vida de um vestibulando... Agora que eu descobri, me arrependo de não ter feito valer a pena desde o começo. Mas é como eu sempre digo: é tudo uma questão de tempo. [Bom seria se eu seguisse meus próprios conselhos, mas enfim...].

11 de setembro de 2009

Viciei!


Como vocês perceberam, pelo menos as três últimas letras que postei aqui, foram da banda Forfun, letras já do Cd novo: Polisenso. Ai como eu aaaaamo essa banda! Já os acompanho há algum tempo, se não me engano o último show deles que eu assisti, foi em 2007, no Abc Pró Hc - Espaço Lux. É, já faz tempo, eu sei... é que não tem dado pra eu ir em shows últimamente, todos os shows que eu gostaria de ver são muito longe e caros, não combinam com minha condição financeira atual, se é que me entendem, hehe. Mas enfim, os caras amadureceram muito nessenovo álbum, eu gostei muito, ficou super legal, vale a pena conferir! :D Eu vicieeeeei já em váaaarias músicas, fora as mais antigas, que eu também curto muito. Assim que eu tiver outra oportunidade de revê-los, aproveitarei com certeza :) Deixo ai o endereço do Fotolog e afins, para quem gosta, assim como eu, poder conferir mais de pertinho:

http://forfun.art.br/# - para fazer o down do Cd inteiro :) e aproveita pra fuçar no site todo, é bem legal :D

Ok, só pra constar mesmo... Achei que seria legal falar deles aqui!




9 de setembro de 2009

Suave ♪


Forfun - Suave

Dá pra sentir a brisa no ar
Observando aqui,
trocando idéia lá
Suave é, suave será

A sua alma sorri e pode flutuar
Hoje eu vou ver a vida, viver grandes amores
Mosaicos, malabares, perfumes, sabores
Saltar das cachoeiras, vestir um pano liso

Viver com o necessário e não mais que o preciso
Vi a lua e o sol no mesmo céu
O vento me abraçou
Vi a lua e o sol no mesmo céu

Dá pra ouvir o silêncio no ar
Capaz de te envolver, e de te transportar
Tranqüilo é, tranqüilo será
Além do que se vê e se pode tocar

Acima o firmamento, imenso campo aberto
Nas mãos do arquiteto, o abstrato e o concreto
Trilhando o bom caminho, da bem aventurança
Participante ativo da eterna mudança

Vi a lua e o sol no mesmo céu
O vento me abraçou
Vi a lua e sol no mesmo céu
O amor enfim chegou

8 de setembro de 2009

Desisti!


Bom dia amores :)

Estava precisando compartilhar uma coisa com vocês... Quem aqui já se sentiu mal por ter que ir falar com o/a gerente de algum lugar em que você não se sentia a vontade? Então, eu IA fazer isso hoje, mas devido a assuntos do passado, que me marcaram profundamente... eu desisti! É, isso ai, joguei fora uma chance que o Sr. Destino colocou no meu caminho por coisas que aconteceram há algum tempo atrás. Algumas pessoas não medem esforços pra magoar a gente, falam e pronto, que se dane ou como ela mesmas dizem: "chorou, parou!". Pois é, esse tipo de coisa, quando se esta em processo de formação de 'carater', influencia de mais no jeito que você vai ser, nas suas visões de mundo, nas suas perspectivas e valores. Eu, de certa forma, fui influenciada a ser assim, digamos, insegura, pelas atitudes que essas pessoas tiveram comigo. Depois que tudo acabou, colégio e afins, eu pensei que me veria totalmente livre daquele povo, mas eu me enganei pelo menos por um instante; voltaram a cruzar o meu caminho.

Por mais que eu sonhe em ser daquele jeito, ou pelo menos o mais perto daquilo possível, eu não me vejo lá, junto deles. EU PREFIRO trabalhar em um lugar onde eu me sinta bem, a vontade, segura e feliz, com coisas que tenham a minha cara e pessoas sinceras (meio difícil no trabalho, encontrar gente assim, mas td bem!) que eu vá poder contar com a ajuda durante todo o tempo, do que ficar em um lugar de status, onde pessoas gastam tubos de dinheiro e ter que ser fria, falsa e usar uma máscara o tempo todo! Pode até ser que eu tenha me enganado, não deixo de considerar os dois lados da moeda, mas estou me sentindo bem. Não me importa o que aquela mulher vai pensar de mim por ter ligado ao invés de comparecer pessoalmente, um telefonema não muda carater. Não me importa se ela vai achar que eu não estou nem ai pra trabalho, não importa mais... O que importa é que livrei a minha cabeça e o meu coração daquele sentimento ruim que estava em mim desde ontem a noite.

Eu deixo nas mãos de Deus, Ele sabe o que faz... eu vou arranjar um lugar bom e legal para trabalhar. Vou com calma, sem pressa, que uma hora tudo se ajeita!

7 de setembro de 2009

As vezes eu acho que não mereço


As vezes eu acho que eu não mereço tudo que eu tenho. Tipo, sabe aquela impressão de "não estar fazendo por merecer"? Mais ou menos isso. Estou me sentindo mal pelo jeito que estão as coisas na minha vida... Não esta nada do jeito que eu gostaria que estivesse. Parece que um vendaval passou por aqui. Sinto como se não tivesse feito nada de útil até agora, um ano perdido... (não completamente porque ainda não acabou, mas boa parte dele).
Aquela típica atitude de adolescente recém chegado ao ensino médio; tipo "vou deixar rolar, penso nisso depois" atrapalhou tudo! Se eu soubesse que eu passaria por esse sufoco, teria parado para refletir antes, e bota antes nisso! Porque será que quando se tem 18 anos, tentamos fazer tudo ao mesmo tempo? Falta de paciência, ansiedade, ânsia de projetar nossos objetivos de vida... Nessa correria de pensamentos, as vezes eu acabo metendo os pés pelas mãos, quero fazer tudo, mas acabo não fazendo nada. Tem gente que pensa assim: "nossa, mas que exemplo de menina, tão boazinha, inteligente e estudiosa!". Sim, as vezes acontece de eu agir dessa forma, tão previsível do jeito que 'eles pensam, mas depois que eu paro pra pensar, eu falo com os meus botões: "mas o que é que você esta fazendo da sua vida garota?!", e o reflexo no espelho me olha com aquela cara de deboche e diz: "ei! acorda! vê se faz alguma coisa de verdade pra mudar isso, sua anta preguisoça!". Mas eu não sei porque eu sou assim... Falo uma coisa e faço outra. Tento uma 'revolução, mas desisto pelo caminho. começo otimista, mas quando aparece o primeiro obstáculo já jogo tudo pro alto no estilo "não vai dar certo, não da mais tempo, não vou mais conseguir!". É amiguinhos, é muito difícil dividir a atenção para escutar o que eles falam e ao mesmo tempo, o que o MEU coração fala. É muita informação a todo momento... Coisas completamente diferentes esperam por mim e eu tenho medo disso. Mudanças me assustam sim, porque foi sempre tudo tão certinho. Eu tenho medo de não conseguir atingir as expectativas que os meus pais depositam em mim... e eu acho que realmente eu não vou conseguir, é um pouco tarde demais, mas talvez... qualquer esforço é bem vindo. Penso as vezes que não mereço tudo que me dão, justamente por estar querendo passar uma imagem, mostrar uma força que eu não sei se eu tenho de fato, mas que gostaria de ter. Sou uma fraude, tentando enganar a mim mesma!

Isso ai é que é a vida... A vida, suas dúvidas, suas lições e seus tapas na cara com luvas de pelica.

Dia do Alívio


Dia do Alívio
Forfun
Composição: Forfun

15 mil carros fabricados por hora
'Meu pirão primeiro' é a lei que vigora
Shoppings lotados, bibliotecas vazias
Liberdade confundida com pornografia

Mas virá o dia em que
A verdade vai surgir
Nem alegria e nem tristeza
Será o dia do alívio
A missão é seu escudo
E a verdade sua espada

Pombos na areia, terrenos cercados
Prédios subindo, seguranças armados
Trapaça, cobiça, mentira, ganância
A falta de amor é a intolerância

Mas virá o dia em que
A verdade vai surgir
Nem bandido e nem polícia
Será o dia do alívio

A missão é seu escudo
E a verdade sua espada
A missão é seu escudo (mas vira o dia em que)
E a verdade sua espada (a verdade vai surgir)
A missão é seu escudo(nem alegria e nem tristeza)
E a verdade sua espada(será o dia do alivio)

2 de setembro de 2009

Dias Loucos



Dias Loucos
Nando Reis
Composição: Marlon Monter

Na loucura dos meus diasquero ser são,
pra tornar-me louco
Onde lugar comum
é viajar nas ilusões de cada um;
Cair do abismo dos pensamentos
que até a lua chegam e voltam
Na certeza que o certo é relevante
num dia seguinte distante;
Quero ser exemplo pro meu filho
Quero ser orgulho pro meu pai
Amor pro meu amor
Servir a meu Senhor

Na loucura dos meus dias
vou conseguindo me fazer ver
Que eu preciso de alguém que me entenda
e que eu consiga entender;

Olhar pra frente e fazer planos
deixar pra traz o que me magoou
me dê a mão venha comigo sempre
me aceite simplesmente como eu sou

Quero ter orgulho do meu filho
E seguir o exemplo do meu pai
Ser amor só pro meu amor
Servir a meu Senhor

Numa mistura de loucura e lucidez
Vou viajando e me perdendo em ilusão
Será que esse momento é insensatez?
Uma overdese em meu coração

1 de setembro de 2009

.sem inspiração


Pois é amados, essa tal de inspiração esqueceu de passar por mim esses dias. Estava indo tudo tão bem e de repende tudo some da minha cabeça. Ultimamente não esta acontecendo nada que me deixe feliz o suficiente para a inspiração voltar a tocar o meu coração. Nada além de preocupações e medos passam pela minha cabecinha. Dias corridos e muitas coisas pra fazer e cuidar também atrapalham o andamento por aqui, hehehehe. Preciso de umas férias, mas tipo, umas booooooooooas férias... Mas como isso não é possível (por enquanto), eu organizo minha vida e minha cabeça por aqui mesmo :)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails