31 de dezembro de 2009

Feliz ano novo!


É minha gente, acabou mais um aninho, heim? E passou muito, mas muuuuito rápido mesmo! Foi um ano muito louco pra mim, cheeeeio de mudanças, cheeeio de amigos novos, cheeeio de emoções e mais outras coisas... :]
Mas não vou escrever um texto hoje me lamentando, ou contando (de novo) como foi meu ano, o que aconteceu e o que não aconteceu...

Vim aqui hoje, pra desejar pra toooodo mundo, um 2010 cheio, suuuper cheio de paz, amor, alegrias, realizações... Que todos consigam atingir seus objetivos e realizar seus sonhos, e o principal: ser feliz, viver intensamente cada segundo e lembrar de agradecer a Deus todos os dias ao abrir os olhos por estar prestes a viver mais um dia, sendo ele um dia chuvoso ou um dia de calor e Sol, não importa, não importa pq você esta vivo, e esse é um super motivo pra você já acordar de bom humor! :) Então, FELIZ 2010 meus amados, curtam, divirtam-se muuuito essa noite, beijem muito na boca, namooooorem, comam muito, descansem, viagem, aaaaah, vivam!

Um beijo! :*

27 de dezembro de 2009

Luxúria.


Composição: Isabella Taviani

Dobro os joelhos quando você, me pega
Me amassa, me quebra, me usa demais...
Perco as rédeas quando você demora, devora, implora
E sempre por mais...
Eu sou navalha cortando na carne
Eu sou a boca que a língua invade
Sou o desejo maldito e bendito
Profano e covarde...
Desfaça assim de mim que eu gosto e desgosto
Me dobro, nem lhe cobro rapaz!
Ordene, não peça; muito me interessa
A sua potência seu calibre, seu gás...
Sou o encaixe, o lacre violado
E tantas pernas por todos os lados
Eu sou o preço cobrado e bem pago
Eu sou um pecado capital...
Eu quero é derrapar nas curvas do seu corpo
Surpreender seus movimentos, virar o jogo
Quero beber, o que dele
Escorre pela pele e nunca mais esfriar minha febre...
Eu quero é derrapar nas curvas do seu corpo
Surpreender seus movimentos
Virar o jogo, eu quero é beber, o que dele
Escorre pela pele e nunca mais esfriar minha febre...
Desfaça assim de mim que eu gosto e desgosto
Me dobro, nem lhe cobro rapaz!
Ordene, não peça; muito me interessa
A sua potência, seu calibre, seu gás...
Sou um encaixe o lacre violado
E tantas pernas, por todos os lados
Eu sou o preço cobrado e bem pago
Eu sou um pecado capital...
Eu quero é derrapar nas curvas do seu corpo
Surpreender seus movimentos
Virar o jogo quero beber, o que dele
Escorre pela pele e nunca mais esfriar minha febre...
Eu quero é derrapar nas curvas do seu corpo
Surpreender seus movimentos
Virar o jogo, eu quero é beber, o que dele
Escorre pela pele
E nunca mais esfriar
Nunca mais esfriar
Nunca mais esfriar
Minha febre...

Uma carta II


É, aconteceram muitas coisas depois que eu te escrevi a primeira vez. Algo em mim mudou a seu respeito, ainda sinto saudades, mas já não é mais que nem antes. Fiquei sabendo que agora terá a sua própria família, não é? Quando me contaram não acreditei, meu mundo parou e eu fiquei sem chão. Foi como se tivessem arrancado meu coração por segundos e o único fio de esperança que me restara de um dia ainda voltar-mos a nos falar foi cortado sem dó e nem piedade. Acredito que pra você também tenha sido um choque. Entendo, também... não é pra menos.

Sem querer ser leviana, mas já sendo, até que demorou muito pra acontecer algo desse tipo. Você sempre foi tão maluco e inconcequente que, eu até esperava que essa notícia chegaria aos meus ouvidos em uma madrugada qualquer... Só não imaginava que seria tão cedo assim.

Confesso que fiquei com ódio de você e o pior de tudo, com raiva do destino que separou a gente e eu nem pude estar perto de você pra te ajudar, mas foi porque você quis, você escolheu um caminho e eu fui obrigada a escolher outro, em que com certeza, você não estaria incluso.

Fiz questão de tirar da minha visão tudo que me fazia lembrar você. Enfiei aquele ursinho de pelúcia bem no fundo da minha gaveta, e ele vai ficar lá por um bom tempo...

Enfim, já me conformei. Espero que tome as decisões certas e que de agora em diante, você se lembre todos os dias de que não esta mais sozinho, agora você tem outra pessoa pra cuidar, e dessa você não vai poder se livrar do mesmo jeito que fez comigo.

Eu estou começando outra etapa da minha vida e vai ser ótima já que agora não tenho mais nada na minha mente que me fassa perder o rumo; estou focada em ser feliz, e espero que você também seja.

Atenciosamente...
Até qualquer dia.






26 de dezembro de 2009

Sacolas na mão, coração a milhão!


Mais algumas comprinhas para finalizar o ano. Como é bom gastar, né?! É tão libertador abrir a carteira de vez em quando, hahahaha.

Para a virada do ano, a boa e velha roupa branca. Dessa vez vou de vestidinho branco jeans, super fofo e romântico. O acessório da vez é um colar de 'pérolas' daqueles compridões que dá até para dar aquele nozinho charmoso na ponta *-*. E nos pés? Bom, nos pés eu ainda não decidi, mas tenho duas opções: Melissa Campana dourada com brilho ou uma sandália anabela bege, da Ramarim. Mas essa parte eu vou deixar pra depois. E pra completar: uma super bolsa nude, bem grande e que combina com tudo. Fica linda com qualquer produção! Há tempos que eu procurava por uma dessas, hehehe e quando bati o olho não pude resistir. *-*

Ah, compras! Amor de Shopping Center: sacolas na mão, coração à milhão!
-
Imagem: Google

25 de dezembro de 2009

Teardrops On My Guitar





Teardrops On My Guitar
Taylor Swift

Drew olha pra mim
Eu finjo um sorriso para ele não perceber
O que eu quero e preciso
E tudo que deveríamos ser
Eu aposto que ela é bonita
A garota que ele fala,
E ela tem tudo
Que eu tenho que viver sem
Drew fala comigo
Eu rio porque isto é muito engraçado
Mas eu não consigo ver
Ninguém quando ele está comigo
Ele fala que está tão apaixonado,
Que ele finalmente acertou
Eu me pergunto se ele sabe
Que ele é tudo o que eu penso a noite
Ele é a razão das lágrimas no meu violão
A única coisa que continuo, pedindo para uma estrela cadente
Ele é a canção dentro do carro, que eu continuo cantando , eu não sei porque.
Drew passa por mim.
Sera que ele percebe que eu não consigo respirar?
E lá vai ele, tão perfeito.
O tipo impecavel que eu queria ser
É melhor ela abraça-lo bem apertado, dar todo o amor dela,
Olhar naqueles olhos lindos, e saber que ela é sortuda porque
Ele é a razão das lágrimas no meu violão
A única coisa que continuo pedindo para uma estrela cadente
Ele é a canção dentro do carro que eu continuo cantando, eu não sei porque.
Então eu volto para casa de carro sozinha enquanto eu apago a luz
Coloco a foto dele para baixo
E talvez eu consiga dormir um pouco esta noite
Ele é a razão para lágrimas no meu violão
O único cara que partiu meu coração
Ele é a canção dentro do carro que eu continuo cantando, eu não sei por que
Ele é o tempo gasto, mas nunca há o bastante
Ele é tudo que eu preciso para amar
Drew olha pra mim ,eu finjo um sorriso para ele não perceber.

24 de dezembro de 2009

Ah, o Natal... :)


Antes, pra mim, essa época era a mais esperada do ano todo, depois do meu aniversário, é claro! Mas depois que a gente cresce e descobre que Papai Noel não existe, começam os problemas, aoihaoiuahiaouha.

Esse foi um ano meio parado pra mim (até a página 2 hoiuaha), não foi como eu imaginei que seria no começo, mas foi muito bom mesmo assim, cheio de mudanças... Coisa que não da pra fugir, ? Só resta a nós nos adaptarmos da melhor maneira possível a essas mudanças, e aprender com os acertos e muito mais com o erros.

Foi lindo ter conhecido várias pessoas maravilhosas no Cursinho, amigos que vou querer levar comigo pra sempre! Rolou até um novo trabalho! *O*. As vezes me pergunto o que é que eu estou fazendo lá, ? hoiauhaiouhaiha. Mas enfim, são novos desafios que, por mais medo que eu tenha, não vou deixar de enfrentá-los com força e fazendo tudo que eu puder para dar certo e valer a pena!

Esta sendo muito difícil pra mim, acompanhar tudo que esta acontecendo. Tendo que mudar várias coisas em mim só pra me adaptar a novas situações... As vezes me sinto sozinha, sinto saudades dos meus amigos do colégio e dos meus amigos do estágio e de todo o pessoal que trabalhou comigo lá. Foram tantas risadas e pelos melhores motiiivos cara! Que saudade. E ter que aprender a viver sem isso é complicado, é um processo muito doloroso, porém preciso! Mas estou conhecendo pessoas novas e agora tenho novos companheiros e as risadas também são pelos melhores motivos!!!

A vida se renova e disso não da pra fugir!!! :)

Mas chega de crises filosóficas!

Hoje quero curtir minha família, rir muito, aproveitar essa noite, mesmo não sendo tão mágica como era antes, mas ainda assim, continua sendo maravilhoso! :)

Feliz Natal pra todo mundo. Que a nossa noite seja repleeeta de muita felicidade, muita paz, muito amor e, é claro, sem esquecer do nosso Papai do Céu!


Muuuitos beijos natalinos :*


22 de dezembro de 2009

Shimbalaiê.


Shimbalaiê
Maria Gadú
Composição: Maria Gadú

Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o mar
Shimbalaiê, toda vez que ele vai repousar

Natureza deusa do viver
A beleza pura do nascer
Uma flor brilhando à luz do sol
Pescador entre o mar e o anzol

Pensamento tão livre quanto o céu
Imagino um barco de papel
Indo embora pra não mais voltar
Tendo como guia Iemanjá
Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o mar
Shimbalaiê, toda vez que ele vai repousar
Quanto tempo leva pra aprender
Que uma flor tem vida ao nascer
Essa flor brilhando à luz do sol
Pescador entre o mar e o anzol

Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o mar
Shimbalaiê, toda vez que ele vai repousar

Ser capitã desse mundo
Poder rodar sem fronteiras
Viver um ano em segundos
Não achar sonhos besteira
Me encantar com um livro, que fale sobre vaidade
Quando mentir for preciso, poder falar a verdade

Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o mar
Shimbalaiê, toda vez que ele vai repousar
---
Ótima música para se ouvir saindo do trabalho. Acalma depois de um dia daqueles!! Ouçam!! Espero que gostem *-*

21 de dezembro de 2009

Mais Que a Mim.

Mais Que a Mim
Ana Carolina

Ouvi dizer que você tá bem
Que já tem um outro alguém
Encontrei moedas pelo chão
Mas não vi ninguém pra me abraçar, me dar a mão

Eu chorei sem disfarçar
Quando vi seu carro passar
Vi todo amor que em mim ainda não passou
Eu já não sei bem aonde vou, mas agora eu vou

Tentei falar mas você não soube ouvir tente admitir
Tentei voltar e pude ver o quanto errei
Te amei mais que a mim
Ah, bem mais que a mim, mais que a mim
Ouvi dizer que você tá bem
Que já tem um outro alguém
Encontrei moedas pelo chão
Mas não vi ninguém pra me abraçar, me dar a mão

Eu chorei sem disfarçar
Quando vi seu carro passar
Vi todo amor que em mim ainda não passou
Eu já não sei bem aonde vou, mas agora eu vou

Tentei falar mas você não soube ouvir tente admitir
Tentei voltar e pude ver o quanto errei
Te amei mais que a mim
Ah, bem mais que a mim, mais que a mim.

20 de dezembro de 2009

Várias coisas...

Essa semana até que foi tudo um pouco mais tranquilo. Claro que ainda me da dor de barriga só de pensar em ir pro escritório e por algum motivo, ter que atender telefone. Sim, eu tenho pavor só de pensar. Mas tirando isso, a semana foi bem legal :). Conversei mais com todo mundo, já não estou mais com tanta vergonha... Já me acostumei, não totalmente, mas me acostumei.
Sexta-feira eu fui ao shopping comprar o presente do meu amigo secreto e, é claro, aproveitei para fazer compras para mim também, afinal, não sou fraca não, né? hihi. Comprei uma bata super fofa e uma camiseta básica, que tem uma ursinha super charmosa na frente, minha cara. E não poderia faltar uma Melissa nova para aumentar minha coleção. A Melissa da vez vou a Night flocada preta!
Ontem (sábado) teve a entrega dos presentes de amigo/inimigo secreto. Foi tão divertido! Todo mundo junto dando risadas. Eu tirei meu amigo Denis e dei a ele um kit da Lacqua Di Fiori, com um sabonete líquido e um hidratante corporal de Amarula, bem gostoso. E eu ganhei o livro Crepúsculo do meu amigo Rodrigo *--------* (a melhor parte, diga-se de passagem).
Bom, basicamente foi isso. Agora vou sair daqui pra ler um pouco :)
Boa semana amores.
Quando der eu volto e me perdoem pelo abandono, mas vai ser assim por mais um bom tempo, rs. :b

:*

13 de dezembro de 2009

.


Sinceramente, eu deveria fazer Psicologia, é. Porque eu acabo escutando mais do que falando... Tem dias em que a galera encana de me contar as coisas e eu fico aqui: "arrã, arrã!". É tenso, ai quando eu preciso contar alguma coisa, ou fazer um comentário, nunca ninguém me escuta, sempre acham que eu estou errada ou que devo mudar isso ou aquilo. Arrã, facílimo falar, né? :) Vem fazer então! (Y). Calma, já passou (:

É difícil, muito difícil. As vezes eu tenho vontade de me enfiar em uma bolha e não sair de dentro dela nunca mais, fica lá, protegida, sem que nada me aconteça. Mas... se não quiser que nada aconteça, de fato nada vai acontecer comigo. Ai eu paro e penso: não é assim que a banda toca, meu bem, eu preciso crescer.

Pois é, estou vendo um mundo além daquele que eu vivia, além do bairro e da escola... Estou vendo coisas grandiosas, vivendo emoções e aprendendo a lidar com o meu próprio jeito. Claro que tem coisas que ninguém tem o direito de mandar a gente mude, mas também é preciso saber quando esta na hora de mudar uma coisinha ou outra, só eu tenho o controle disso e é para o meu próprio bem. Só que esta sendo difícil e no momento não tenho muitas pessoas com quem contar. Nada além do meu espelho e do meu urso de pelúcia...

Eu já estou aqui, no meio do caminho,não vou desistir agora. Quero que dê tudo certo e se der, ótimo, mas se não der,ótimo também porque vou poder dizer que pelo menos eu tentei. É, vai ser mais difícil do que eu pensava.

Rumo a mais uma semana de reuniões, coisas novas, nervosismo, barriga doendo, mas além disso, algumas risadas pra quebrar o gelo, ainda mais depois de hoje :x Haha. Coragem


Esta tudo meio confuso, eu sei disso, mais do que nunca aliás. Mas com o tempo se ajeita...

Máscara

Máscara
Composição: Pitty
Diga, quem você é me diga
Me fale sobre a sua estrada
Me conte sobre a sua vida
Tira, a máscara que cobre o seu rosto
Se mostre e eu descubro se eu gosto
Do seu verdadeiro, jeito de ser

Ninguém merece ser só mais um bonitinho
Nem transparecer, consciente, inconsequente
Sem se preocupar em ser adulto ou criança
O importante é ser você
Mesmo que seja estranho, seja você
Mesmo que seja bizarro, bizarro, bizarro
Mesmo que seja estranho, seja você
Mesmo que seja...

O meu cabelo não é igual
A sua roupa não é igual
Ao meu tamanho, não é igual
Ao seu caráter, não é igual
Não é igual, não é igual, não é igual
I had enough of it (Eu tive o suficiente)
But I don't care (Mas eu não ligo)
I had enough of it (Eu tive o suficiente)
But I don't care (Mas eu não ligo)

Diga quem você é, me diga
Me fale sobre a sua estrada
Me conte sobre a sua vida
E o importante é ser você
Mesmo que seja estranho, seja você
Mesmo que seja bizarro, bizarro, bizarro
Mesmo que seja estranho, seja você
Mesmo que seja bizarro, bizarro, bizarro
Mesmo que seja estranho, seja você
Mesmo que seja bizarro, bizarro, bizarro
Mesmo que seja estranho, seja você.
.

Trilha sonora a caminho do trabalho... Ajuda bastante. :)

8 de dezembro de 2009

Tentar.


A semana começou turbulenta como a semana passada. Já fui bombardeada de informações. Minha primeira reação foi pânico total, logo depois falta de ar, depois medo, depois vergonha das pessoas com quem vou conviver todos os dias agora. Não sabia que o arzinho daquele ambiente seria tão pesado no começo, mas é, e como é. Por enquanto ainda estou tranquila na medida do possível já que ainda estou em semana de 'treinamento'. Nada mais que vários vídeos com assuntos importantes como: o que fazer e o que não fazer, ética e etc. É muito interessante apesar de mexer com o psicológico de quem assiste. É difícil de mudar o jeito das pessoas só para que ajam da maneira certa dentro do local de trabalho; ainda mais pra mim que sou uma pessoa extremamente tímida e que tenho uma dificuldade incrível em me relacionar com as pessoas. Esta sendo como um 'choque de realidade', um 'tapa na cara' por assim dizer. É um processo duro pra quem sempre viveu rodeada de amigos, pessoas confiáveis, em casa ou na escola/cursinho... Ou seja, que nunca saiu da sua zona de conforto. É complicado; estou com medo, confusa, insegura... Mas é só o começo, também foi assim quando comecei a estagiar no Fórum... Todo trabalho é igual. Confio no tempo pra me ajudar a me encaixar por lá. Enfim...

P.s: perdoem minha ausência, mas espero que entendam. não esta nada fácil por aqui...

P.s²: sinto sua falta \:

6 de dezembro de 2009

Amanhã começa.

Amanhã vou começar a trabalhar. Vai ser estranho pois é um lugar novo, com pessoas 'diferentes', aparentemente legais. Estou com a impressão de que eu vou chegar lá amanhã, e dar de cara com o pessoal do Fórum onde eu estagiava. Parece que eles vão estar lá como sempre estavam quando eu chegava, pra me dar boa tarde e tudo o mais. Ai eu me juntava com a minha dupla dinâmica pra atender o balcão lotado de advogados sedentos por processos, dava várias risadas e falava muita besteira. Paquerava os estagiários de direito que iam lá geralmente as Quartas, ulálá, eram lindos, sinto falta deles (6), enfim. Só sei que estou sentindo um pouco de... sei lá o que, acho que estou assustada, isso sim. Coisas novas causam esse efeito em qualquer pessoa, normal. Acho que não caiu a fixa ainda de algumas coisas que aconteceram, mas uma hora ou outra acho que tudo vai ficar bem de novo e se ajeitar.

Torçam por mim amanhã! *-*

Boa semana :)

5 de dezembro de 2009

Ai ai...


Foram tantas 'bombas' essa semana, não deu nem tempo de respirar, e vai continuar não dando tempo, pois amanhã já é Domingo, dia 6 de Dezembro e terei mais um dia daqueles. Mais uma prova e... espero que pelo menos a prova de Literatura e a Redação me salvem, ou pelo menos que eu fique feliz e me iluda achando que eu consegui ir bem em pelo menos alguma coisa esse ano. Sim, eu sou muito dramática, algum problema? Uma cena de cinema faz bem as vezes, sabia? Deveria tentar :)

Preciso procurar um psicólogo, já que ninguém me escuta. Gostaria de conversar mas ninguém me da atenção. As pessoas por aqui estão meio sem paciência, ultimamente. Vivem andando de um lado pro outro e quando tento falar alguma coisa, sempre se estressam e não entendem o que eu quero dizer, ai acabo me irritando e me fecho no meu quarto e, adivinhem? Eu fico sozinha, de novo! Tudo bem, talvez seja um sinal divino para que ao invés de soltar o verbo eu deva ficar calada pois minha vez de falar vai chegar na hora certa.

Acho que eu preciso de férias... Esses últimos dias realmente mexeram comigo... Não estou nem conseguindo escrever direito, parece que eu bebi umas 500 garrafas de vodka, mas não das boas e sim daquelas bem vagabundas que se acha em qualquer lugar onde as luzes sejam vermelhas.

Eu cansei das mesmas pessoas de sempre, dos mesmos joguinhos e das mesmas palavras sujas. Cansei de gente que se acha melhor que os outros e que pensa que só porque tem uma vidinha boa pode cuspir no prato que comeu um dia. Nada é mais como era antes, a ingenuidade do mundo desapareceu.

Ok, eu acabei perdendo o rumo da conversa, né? Tudo bem, eu vou seguir o seu conselho. Vou parar de me embriagar de pensamentos e descansar minha mente no travesseiro, quem sabe que consigo sonhar um pouco... Já que a realidade não esta muito legal. Rs.

4 de dezembro de 2009

Uma coisa de cada vez, por favor!

Bom, esse fim de semana já é o Enem. Tentei estudar um pouco ao longo dessa semana, mas as emoções foram tantas, que não consegui me dedicar como eu queria. Tentei resolver algumas questões do 1º Enem, aquele que fizeram o grande favor de 'atrasar', uma vergonha, mas enfim... Até que eu consegui fazer bastante coisa, não tem muito segredo, algumas coisas (se não a prova toda) é pura interpretação de texto. Mas o que pega mais pra mim é Matemática, Química e Física. Eu, definitivamente, não nasci para números e fórmulas, não da certo, rs. Vou usar o Enem para tentar uma vaga na Unifesp, mas não sei se vai dar certo, e se der, não sei se estou preparada pra ficar 'sem vida', já que o meu curso, Nutrição, só tem no Campus da Baixada Santista, complicado, rs. E tem mais, estou cogitando a possibilidade de um outro curso, até fiz a 'prova', o resultado sai dia 14 de Dezembro, e também há possibilidades de eu prestar vestibular na Medicina ABC (sim, tem Nutrição lá também). Agora que vou trabalhar, acredito que dê pra eu ajudar a pagar a faculdade e tudo o mais. Mas por enquanto, eu não tenho certeza de nada, e "não sei" é a coisa que eu mais tenho dito ultimamente.
Esta tudo bem, vai dar certo, pelo menos alguma coisa tem que dar certo, eu espero. Vou lá, vou fazer essas provas, se der certo, tudo bem, vejo o que vou fazer depois, e se não der, tudo bem também, pelo menos eu tentei, ao contrário de muitas pessoas que desistiram no meio do caminho. Incertezas são normais na minha idade mas nunca pensei que seria tão difícil. Com calma, uma coisa de cada vez. Preciso de sorte e calma, muuuita calma.

-
Eu sei que tudo o que eu escrevi esta confuso, mas não fiz pra entenderem mesmo, HOIUAHAUHAOIUHA.
Beijocas :*

3 de dezembro de 2009

Consegui!

Balões para comemorar!
Até que enfim, Deus resolveu me dar uma notícia boa. Há algumas semanas atrás, fui fazer uma entrevista de emprego, em Sto André. Os dias foram passando e as minhas esperanças foram diminuindo, pois ninguém me mandava nenhuma notícia, sobre nada.

Essa semana esta sendo muito complicada por conta das emoções, que foram (e estão sendo) muitas. Primeiro a surpresa de ter que parar o Cursinho, assim, do nada. Segundo, a saudade do meu amigo, que já não sei mais quando vou vê-lo de novo e durante esse ano, ele se tornou muito especial, por isso já sinto muita falta dele (prometo que vou contar um pouco sobre essa amizade, em breve!). E terceiro, a agonia de esperar alguém me ligar dando uma boa notícia.

Todos esses dias eu acordei com meu coração acelerado, ansiosa e sem saber direito pra onde ir, parecendo uma barata tonta depois de ter recebido um jato de veneno, rs. Mas hoje, eu não sei porque, acordei com a sensação de que algo daria certo no meu dia, pensei/imaginei, sendo otimista (o que é uma raridade): "bom, hoje vão me ligar da empresa...". Dito e feito! Eu fico chocada quando eu imagino alguma coisa e dentro de alguns minutos, acontece igualzinho eu imaginei... Premonição, talvez? Bom, que seja, o importante é que eu consegui o meu 2º emprego, e é em um lugar super bonito, bem arrumado com um cheiro agradável e com pessoas aparentemente legais! Eu estou super feliz por ter vencido mais esse obstáculo! Só tenho a agradecer, e agradecer muito àquele homem no céu olhando por mim.

Começando uma nova fase, uma nova etapa da minha vida. Vai ser ótimo pra mim e no momento estou muito emocionada e empolgada. Não sei explicar, só sei que estou sentindo de tudo agora mas... vamos lá! Eu consegui! *______________________________* E vai dar tudo certo, vai ser difícil, mas vai dar!

Yupííí! \o/

1 de dezembro de 2009

Selo Mafalda

Ganhei esse selo da Joy, obrigaaada, eu amei, muito fofo *-*.

Bom, e pelo o que eu entendi, as regras são postar 10 características minhas e indicar 10 Blogs para receber o selo.
Ok então, vamos aos trabalhos!

10 características minhas:
Ótima ouvinte (as vezes acho que eu deveria fazer Psicologia), péssima com conselhos, companheira, amiga, indeligente :) aoihaiouha, meio desesperada, ansiosa, admito ser chata, frescurenta, neurótica, etc. etc. etc. Poderia falar a noite toda, mas regras são regras!

Indicadíssimos:

Espero que gostem :)

P.S: Eu sei, eu sei, não tem 10 Blogs, mais uma vez não cumpri as regras completamente, hehe..., nem ligo ^^.




LinkWithin

Related Posts with Thumbnails