8 de abril de 2010

Conselhos

-

Muitas vezes são reconfortantes, principalmente naquelas horas em que estamos com alguma dúvida, conversar com alguém que nos passe confiança ajuda, melhora bastante. O difícil é achar no meio de tanta gente fria e falsa, alguém que te passe essa confiança, enfim...
Eu me cobro. Sim, porque seria ótimo se eu seguisse os meus próprios conselhos... Sou ótima ouvinte, dou minha opinião de um jeito sutil, mas nem sempre porque também não sou de ferro, mas na maioria das vezes os meus conselhos ajudam... os outros!
Não que eu seja um oráculo, nada disso, mas eu gosto de usar minha sensibilidade 'pisciana' reconfortante pra ajudar, pena que não consigo reverter isso a meu favor quando eu mesma preciso.
Ando angustiada, ainda mais hoje, que foi um dia estranho e por isso, fico toda perdida, com meu coração parecendo uma britadeira, procurando algum ombro pra chorar minhas pitangas, mas não encontro ninguém que não seja frio e falso pra me ouvir.
Mas também tem aquela história, né? Tipo assim: se eu não fizer, quem vai fazer por mim? Não tem jeito, mas se pelo menos eu seguisse o que eu falo pra muita gente: 'fica calmo', 'sempre tem um lado positivo', 'você vai conseguir', 'conte comigo sempre!', e por ai vai.
Eu, na maioria das vezes não consigo ficar calma; sofro incríveis crises de ansiedade e também é raro eu mesma me falar frases otimistas quando só o que vejo é a "metade do copo vazia". As vezes também acho que não vai dar certo e quando alguma coisa começa a dar errado, eu sou a primeira a correr de mim mesma, as vezes eu acabo me faltando!

3 comentários:

Bruna Bianconi disse...

Eu acho que quando a gente se falta é um problema gigante. Encontrei uma fase antiga de mim nesse texto, mergulhei e vi o que mudei e o que ainda preciso mudar.

Ótimo texto pra variar né hahaha
Beijos

Paty disse...

vc escreve muito bem...

ñ fik angustiada consigo msma...

bjinhus

Joy disse...

É isso mesmo! A gente fica tão presente pros outros... e tem horas, quando nós precisamos de nós mesmas, não estamos lá... Não há palavras de consolo e conselhos a se dar.
Estamos na mesma... Ensinando um caminho que também não sabemos direito!

Beijos e perdão pela ausência prolonganda. Vou me esforçar pra aparecer mais.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails