26 de setembro de 2010

E eu penso, penso...

-

As vezes eu queria ter um botão para desligar os meus pensamentos.
Eu fico lembrando de coisas que eu escutei a meu respeito, e começo a formar mil discursos, falando poucas e boas pra quem quiser ouvir. Não é nem um pouco saudável isso, eu não deveria misturar trabalho com a paz da minha casa, mas eu não estou conseguindo fazer essa separação.
Eu posso as vezes dar uma de forte e falar por ai que a opinião que as pessoas tem sobre mim não me interessa, mas por dentro fico morrendo de ódio e as palavras ditas por maldade (ou não), não saem da minha cabeça e aquilo me consome por horas, dias, meses e até anos.
Eu odeio o fato de quer que ficar calada enquanto falam do meu jeito, do modo como eu me comporto.
Eu acordo cedo todos os dias pra ir TRABALHAR, e não pra ser criada de novo, eu respeito e sendo assim quero ser respeitada. A partir do momento que deixam de falar do meu trabalho pra falar da minha pessoa, ai a história muda e me sinto inteiramente no direito de dizer seja a quem for, dona da loja ou não, que somos todos iguais, que pisamos no mesmo chão, comemos da mesma comida, respiramos o mesmo ar, temos as mesmas necessidades. Me sinto no direito de me defender.
O meu coração dispara de raiva só de lembrar que amanhã eu vou ter que voltar pra aquele inferno e escutar as mesmas coisas dezenas de vezes. Eles sabem que eu entendi qual é o esquema daquela espelunca, mas fazem certas coisas de pirraça. Sabe o que esta parecendo? Que eu voltei ao colégio onde existiam aquelas patricinhas malditas que só sabiam falar coisas ruins pra me provocar e me tirar do sério! Parece uma sina: eu me livrei disso, vivi um ano em paz indo pro cursinho onde pessoas normais existem, e agora eu volto a viver o mesmo terror sendo zoada por dizer, ao ver dessas pessoas nojentas, coisas absurdas. Mas que absurdo tem em se responder uma pergunta? Se não queria ouvir e interpretar o que eu tinha pra dizer, porque perguntou, então? Caramba! Faça por merecer os anos (que não são poucos) que você carrega nas costas, sua velha mal amada!
Estou revoltada e enojada.
Não consigo parar de pensar nisso pelo menos  em metade do meu dia.
Minha cabeça esta cansada.
Não quero mais ouvir e nem pensar...

22 de setembro de 2010

Sem título.

-

Olha, não sei se é o destino, ou se é meu inferno astral mesmo, mas eu tenho passado por poucas e boas essas últimas semanas, viu? Estou tão surtada ultimamente, que todo mundo esta de prova de como larguei esse meu mundinho que eu amo tanto.
Ando confusa, estressada, irritada, só formando cenas do tipo: eu pegando a cabeça das pessoas e batendo na parede até sair suco de maracujá :).
Estou tão exausta desse leva e trás diário.
Eu até entendo o outro lado da moeda: idade, solidão, nacionalidade, tempo. Eu concordo até a página 02; eu sei que eu tenho que crescer, que ficar em casa não vai me mostrar como realmente funciona o mundo e a cabeça desordenada dos seres humanos (que aliás, quanto mais conheço, mais amo meu cachorro). Mas espera ai, eu estou lá pra fazer minha grana, não para ser criada de novo sendo que a minha mãe fez isso muitíssimo bem. Odeio quando falam que sou boba, insinuando que eu não sei fazer nada direito, que sou mole e o inferno a quatro. Eu SEI que é óbvio que eu não sou tudo isso, eu sei do meu valor, apesar de tudo eu sei, mas imaginem uma pessoa falando isso pra você em um tom irônico TODO SANTO DIA! Olha, tem que ser O CARA pra aturar. Eu admiro aquelas pessoas que trabalham lá há muitos anos. Mas eu não gosto, aliás, eu #vouconfessarque ODEIO ter que fingir todos os dias que esta tudo bem, só pra não ouvir sermão repetido todos os dias. Não tenho estômago forte o suficiente pra tanta falsidade, tanta hipocrisia! Como me irrita ter que ficar calada enquanto me falam absurdos e o que é pior, eu tenho que levar para o "lado positivo, falam isso para o meu bem e para o meu crescimento" e blá blá blá. Ai quando eu me irrito e a máscara cai da minha cara e eu falo umas verdades, ai nossa né, eu sou mimada, mal educada, criança, tonta, e mais um monte de coisas. Eu tenho chegado em casa extremamente irritada, descontrolada, dando patadas em pessoas que não tem absolutamente nada a ver e tudo isso por ser fraca e por não saber separar os sentimentos. Sou sensível droga, sou assim, o que querem que eu faça?
Mas eu já entendi qual o esquema: aceitar calada e respeitar as ordens, fingir que mudei mas quando na verdade sou a mesma menina de sempre, que gosta de NxZero, que gosta de escrever, que gosta de sair, que fala as bobagens mesmo, sem filtrar. É assim, só me resta aceitar.
Preciso parar de surtar e não posso mais deixar o medo tomar conta dos meus dias. É dificil aprender a confiar em si próprio quando tem vários fatores que vão contra isso. Serão essas dificuldades testes criados pelas mãos de Deus para saber até onde eu consigo chegar? Até qual ponto posso (sem saber que sou) ser forte o bastante?
Eu sei que eu preciso desses dias de cão, bem no fundinho eu sei que eu preciso, mas o foda é
parar de ser orgulhosa e aceitar as coisas como são, porque claro que como qualquer adolescente, manter e defender a vida protegida nas asas dos pais e ter a verdadeira identidade, o lado "podre" de ser escondida atras de uma tela de computador é mil vezes mais fácil do que sair da zona de conforto e tentar fazer alguma coisa nessa droga de vida que REALMENTE vale a pena!

-

Seguidores amados, MIL PERDÕES!
Como vocês estão?
Eu sumi, desapareci, mas não deixo de passar no Blog de vocês, estou sempre espiando, só me falta palavras e paciência últimamente, mas tudo passa e logo eu vou melhorar :)
Eu amo meu cantinho e não largo ele por nada nesse mundo, e eu amo vocês também, pessoas lindas!

Me sigam no Twitter, essa coisa viciante: @mah_trevizan

:*

2 de setembro de 2010

NoCapricho 2010, quem vai?

-

Gente, estou doente pra ir no NoCapricho 2010. Eu quero ir no Domingo, dia 19, primeiro porque é o único dia livre que eu tenho, segundo porque NXZERO vai tocar, e eu necessito ver eles, necessito!
Até deixei um recado numa comunidade do NoCapricho, porque não tenho com quem ir, mas quero muito!

Alguém ai vai? Se for me avisa poxa, assim marcamos de ir juntos! :D


LinkWithin

Related Posts with Thumbnails